Make your own free website on Tripod.com

Boletim Informativo da CEL Cristo Redentor - Campo Largo - Paraná
Edição on-line de Junho de 2000

Meditação:

Pentecoste: Vem, Espírito Divino!

Pentecoste? O que é isso? Sabemos que há um período em que na igreja se fala em Pentecoste. Mas sabemos o que é Pentecoste?

Pentecoste é uma das três grandes festas da Igreja Cristã. Elas acontecem nesta ordem: Natal, Páscoa, Pentecoste. No Natal lembramos o amor de Deus PAI, que enviou seu Filho único para, através dele, reconciliar a humanidade caída em pecado. Na Páscoa lembramos o amor de Deus FILHO, que deu sua vida para redimir a humanidade pecadora. No Pentecoste lembramos o amor de Deus ESPÍRITO SANTO, o qual vem ao encontro dos seres humanos, para tornar-lhes possível aceitar a obra realizada pelo Filho Jesus Cristo, e para manter as pessoas nesta fé, agindo nelas por meio da Palavra de Deus (a Bíblia) e dos Sacramentos (Batismo e Santa Ceia).

Pentecoste lembra, de modo especial, a extraordinária manifestação do Espírito Santo. Este evento ocorreu cinqüenta (penta) dias após a ressurreição de Jesus e, nele, os discípulos foram capacitados a anunciar a boa notícia do amor de Deus, mesmo em idiomas que eles nunca haviam falado ou estudado (leia em sua Bíblia: Atos 2).

Esta ação, uma intervenção direta de Deus, é conhecida como data de fundação da Igreja Cristã. Pentecoste é, portanto, a data de aniversário da Igreja e a data de aniversário de cada cristão.

No terceiro artigo do Credo Apostólico, nós lembramos a ação do Espírito Santo na Igreja e em cada cristão, de um modo especial. Lá nós confessamos: Creio no Espírito Santo. Isto significa que nós cremos que por nossa própria razão ou força não podemos crer em Jesus Cristo, nosso Senhor, nem vir a Ele, mas o Espírito Santo nos chamou pelo Evangelho, iluminou com seus dons, santificou e conservou na verdadeira fé. Assim como chama, congrega, ilumina e santifica toda a cristandade na terra, e em Jesus Cristo a conserva na fé verdadeira e única. Nesta cristandade perdoa a mim e a todos os crentes diária e abundantemente todos os pecados, e no dia derradeiro me ressuscitará a mim e a todos os crentes, a vida eterna.

Em outras palavras, o Espírito Santo santifica o nosso viver. Para isso Ele usa a congregação dos santos ou a Igreja Cristã, o perdão dos pecados, a ressurreição da carne e a vida eterna. Istoé, primeiro nos conduz à sua santa congregação e nos põe no seio da igreja, pela qual nos prega e nos leva a Cristo (Catecismo Maior de Lutero).

É o Espírito Santo que também nos motiva e capacita ao trabalho no Reino de Deus aqui na terra, pois Ele nos convence do amor de Deus por nós e nos fortalece na fé em Cristo como nosso Salvador. Nesta fé nos dá os dons do Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio (Gálatas 5.22-23). Com estes dons podemos viver e testemunhar Cristo para todos.

Que Deus conceda o Espírito Santo para cada um de nós.

Vem, Espírito Divino. Amém.

Rev. Éder Carlos Wehrholdt - Pastor

Notícias: As atividades do mês podem ser conferidas em nosso calendário

RETIRO
DOS JOVENS

Completamente coroado de sucesso o retiro dos jovens da CELCRE. Apesar de um pequeno número de participantes, todos ficaram satisfeitos e, com certeza, estarão incendiando outros para os próximos retiros. Quem não foi, perdeu uma grande oportunidade de poder conviver com os irmãos e crescer na fé cristã. Se você está entre estes, não perca a próxima oportunidade.

PLANEJAMENTO

Já temos um pastor há seis meses. Neste período pudemos nos conhece rum pouco melhor. Agora precisamos pensar no futuro. Que tipo de Igreja queremos ser? Uma igreja fria, onde vamos só para cumprir tabela? Ou uma igreja vibrante, onde podemos servir a Deus com tudo o que temos e somos? Por isso estamos realizando um planejamento de trabalho. Você pode participar dando suas idéias. Procure o pastor ou a diretoria.

SALAS DE
TRABALHO

Precisamos agradecer às irmãs que organizaram e ornamentaram as salas de trabalho da CELCRE. A Sala da Escola Dominical ganhou enfeites característicos. Já a outra sala, defronte à cozinha, foi arrumada, ganhou uma cortina e alguns cartazes, possibilitando o seu uso para reuniões diversas. Que Deus recompense as irmãs que trabalharam para que isso fosse possível.

ENCONTRO
DE CASAIS

Um sucesso. Assim podem ser definidos os encontros de casais da CELCRE. Os assuntos abordados têm sido de interesse geral, oportunizando que os casais melhorem seu relacionamento matrimonial e também aprendam outras coisas importantes para o seu viver. Já tivemos a participação de uma psicóloga e temos agendada a vinda de dois médicos. Em junho queremos fazer um jantar romântico. Você não pode deixar de participar.

DOMINGO
DA FAMÍLIA

Julho está chegando e, nele, teremos cinco domingos. O último será o 3º Domingo da Família. Neste dia queremos fazer uma atividade diferente. Para isso já emprestamos a chácara do Sr. Elói Eurich, em Papagaios Novos. Vamos também conseguir um ônibus para a locomoção do pessoal. Desde já reserve a data e prepare-se. Será no dia 30 de julho. Participe. Você só tem a ganhar em bênçãos e alegrias.

PLANTAS
NA IGREJA

Você já reparou como nossa igreja tem um ar de pouca alegria? Agora imagine se tivéssemos plantas ornamentais em seu interior. Não ficaria melhor? que tal se tivéssemos doações de suportes, vasos e plantas? Que tal se alguém se prontificasse a, semanalmente, cuidar das plantas que forem doadas? Que tal você? 

Corpus Christi:
Uma Festa Cristã?

No mês de junho temos uma data que, em muitas cidades, é feriado religioso. É o dia 22, Dia de Corpus Christi (Dia do Corpo de Cristo). Esta data é considerada como festiva e dia santificado, pela Igreja Católica. Mas, será que, de fato, a Festa de Corpus Christi é uma festa cristã? O que a Bíblia diz a respeito disso? De onde surgiu esta comemoração?

Há uma lenda que diz que certa freia sonhou diversas vezes que havia um buraco na lua. Intrigada com o sonho que se repetia, a freira levou o fato ao conhecimento se seu superior provincial, que levou ao bispo e assim até chegar ao papa. Este, então, teria decifrado o enigma, dizendo que o buraco na lua era um sinal de Deus para uma festa que faltava no calendário da Igreja. Foi, então, instituída, a festa de Corpus Christi. Lenda ou não, esta história nos leva ao âmago da celebração de Corpus Christi.

Em primeiro lugar é preciso dizer que Corpus Christi é a festa da adoração à hóstia consagrada - a doutrina católica diz que quando o sacerdote consagra a hóstia, esta transforma-se no corpo (carne) de Cristo. Assim, esta comemoração tem relação com a Santa Ceia.

Na Bíblia lemos que enquanto comiam, tomou Jesus um pão e, abençoando-o, o partiu e deu aos discípulos dizendo: Tomai (peguem) e comei; isto é o meu corpo (Mt 26.26). O mesmo pode ser subentendido das demais passagens que falam da Santa Ceia, em Marcos, Lucas e 1 Coríntios. Também a Igreja Primitiva reunia-se para o repartir do pão (Atos 2.42). Em suma, vemos que a Santa Ceia deve ser comida e bebida. Caso isso não ocorra, não traz qualquer vantagem para o que instituiu ou o que assiste a instituição, não passando de mera encenação de um fato.

A festa de Corpus Christi constitui na adoração, veneração, culto da hóstia. Infelizmente não encontramos nenhum apoio bíblico para tanto. Nem mesmo nos registros da igreja primitiva vemos tal coisa sendo feita.

Por outro lado, os católicos são levados a crer que, ao participarem das missas e das procissões nesta data, estão conquistando graça diante de Deus. Em outras palavras,nega-se a validade da obra salvífica de Cristo, apoiando a redenção em obras do próprio povo. Há ainda o lado mágico, supersticioso da cerimônia, onde o povo, mal instruído, crê que aquele pedaço de pão tem poder em si mesmo. Isto atenta contra o primeiro e o segundo mandamentos (Não terá outros deuses diante de mim; Não tomarás em vão o nome do Senhor teu Deus).

De fato, podemos concluir que a festa de Corpus Christi é uma cerimônia que vai contra as ordens de Deus. Uma simples invenção humana que não traz nenhum benefício, já que não tem nenhuma promessa de Deus.

A Santa Ceia, o pão e o vinho junto com a Palavra de Deus, é ordenação de Deus, com promessa de perdão e fortalecimento da fé. Ao participarmos da Santa Ceia, com fé sincera em Cristo como Salvador e com arrependimento verdadeiro, então sim estamos participando da verdadeira festa do Corpo de Cristo. E isso você pode fazer toda semana em nossa congregação. (Pastor Éder Wehrholdt)

 

Inicial | Nossa História | Culto Luterano | Doutrina | Calendário | Palavra do Pastor
edercw@ig.com.br